João

A Paula Beltrão está entre as melhores fotógrafas de parto do Brasil. É multipremiada pelo Outstanding Maternity Award e hoje traz essa história linda, que levou todos nós da equipe Outstanding às lágrimas e a refletir que na vida, independentemente das escolhas, a felicidade está nos detalhes, no qual não importa a duração mas sim a intensidade. Obrigado Paula, mamãe Karina e o pequeno João por nos dar a honra de compartilhar essa história. Por favor, queremos muito ler seus comentários ao final da matéria.

João

Paula Beltrão

Fundei em 2018 um Grupo Colcha de apoio a perda gestacional e pré-natal. Através do meu trabalho com fotografia, realizo os registros dos bebês natimortos ou com anomalias incompatíveis a vida. Deixo eternizado o único momento que a mãe terá com seu filho. As únicas imagens. A única memória, pois, como fotógrafa de partos vivi momentos difíceis nas maternidades e sempre gostei de dar às famílias a oportunidade e o acalento mais humano na despedida de seus filhos.
Conhecia a Karina (mãe do João) antes dela engravidar. Quando soube que gerava um bebê especial (anencéfalo), ela me contactou, pois, já conhecia meu trabalho. Ela me disse que iria prosseguir com a gestação e que a única coisa que tinha certeza é desejaria ter as fotos de toda sua história.

Paula Beltrão
Paula Beltrão

João tinha mais de 99% de chances de nascer morto ou falecer poucas horas depois de nascer. Ele era portador de anencefalia, condição incompatível à vida.
Ao longo da gravidez conversamos por várias vezes. Chegando o dia da indução do parto (ela estava com 37 semanas), conversei com seu médico e toda equipe para que juntos criássemos o grupo de apoio que faria daquele momento o mais amoroso possível.
João nasceu vivo de parto normal. Foi avaliado pela pediatria e estava com os batimentos absolutamente normais e assim foi por mais 3 dias. Caso raro na medicina, os médicos consideraram como enorme milagre, pois, pouquíssimos bebês sobrevivem mais de poucas horas.

Paula Beltrão
Paula Beltrão
Paula Beltrão

Toda a história do João foi registrada: O nascimento, o primeiro contato com os pais, a primeira troca de roupa, seu batismo simbólico no quarto da maternidade, o encontro com os irmãos, com avós e com tios.
Foram 3 dias, porém, pareceu muito mais que isso, devido à linda atmosfera de carinho que envolveu toda sua história.
Foram dias intensos de amor único. História esta que será revivida e relembrada através das fotos.
João escreveu sua história e partiu e a fotografia deixou para sempre estes momentos. Por que existe a dor, mas existe amor ainda maior.

Paula Beltrão
Paula Beltrão

Texto e fotos: Paula Beltrão

Site:
Paula Beltrão


Você curtiu essa matéria? Quer ser um colaborador também? Escreva para outstandingawards@gmail.com com o título “Blog Outstanding” para saber como e quando enviar seu artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *