A história da foto: Quando a mamãe topa as nossas idéias malucas!!

Magda Pinheiro - A história da foto

Nós do Outstanding Maternity Award queremos que nosso Blog seja mais que essa deliciosa leitura. Queremos que seja momento de aprendizado, por isso a coluna “história da foto”, traz aquelas que foram mais curtidas em nosso grupo do Facebook – ou as que consideramos mais instigantes – porém, com algo a mais: Como e porque foi feita a foto.
Curtam a história de hoje e visitem a página da Magda, ela tem um trabalho lindo!
Quer sua foto em nosso blog também? Escreva-nos. Este espaço é para todos
Boa leitura…

Um pouco sobre mim

Meu nome é Magda Pinheiro, fotografo há 7 anos e desde quando comecei, já montei meu estúdio. Acredito que o fotógrafo que espera se especializar em ensaios tem que montar estúdio. Além de passar para o cliente a credibilidade por ter espaço próprio – mesmo que escolham fazer as fotos em outro local – você pode dar a opção das fotos em estúdio, minimizando a probabilidade de perder o dia do ensaio caso o clima não ajude (principalmente em Cidades onde o frio predomina durante o ano).
A maioria dos ensaios gestante são feitos em meu estúdio. A mamãe está numa fase de certa indisposição e ir para locação externa, que muitas vezes não tem a estrutura desejada, o calor que cansa demais a gestante ou o vento que pode incomodar. Por isso quando você oferece a mesma qualidade, em estúdio ou locação externa, a cliente acaba optando pelo estúdio por causa do conforto.
Atualmente uso Canon 5D Mark III opções bacanas de lentes f2.8.

Como fiz a foto?

Gosto de sair, às vezes, do quadrinho e fazer fotos diferentes como: embaixo d’água ou com água simulando chuva e esta com farinha.
Para fazer a foto em questão usei a lente 70-200 pra ficar um pouco longe da gestante que receberia um banho de farinha e que se espalharia facilmente por todo ambiente…rs… Procurei fazer quando já estava mais escuro para poder realçar bem o movimento da farinha. Posicionei a gestante de perfil com os braços sobre a cabeça para deixar bem livre a passagem da farinha.
Posicionei o flash com rádio flash atrás da gestante e outro na frente também com rádio flash. O meu assistente e o marido da gestante estavam cada um com uma bacia com bom tanto de farinha dentro. Programei a câmera para disparos sequenciais com o intuito de pegar bastante movimento da farinha e poder ter opção de escolher qual foto iria trabalhar posteriormente.
Deixei-os preparados… 1,2,3.. “podem jogar”… disparei as fotos.
Repetimos essa sequencia por mais três vezes para garantir o resultado final. Sempre você quer melhorar detalhes, expressão da gestante ou pegar mais volume ou menos volume de farinha em determinada parte do corpo e assim por diante.
Após escolher a foto, tratamos no Photoshop e fomos recortando, tirando a farinha que se espalhou em partes que não desejávamos, ocultando o contorno da barriga. Então desenhamos o contorno para que a farinha ficasse como se fosse uma roupa no corpo da gestante.
Mas confesso que algumas fotos que não são recortadas também me agradam muito. A farinha acaba passando a idéia de uma névoa e fica bem bonito também.
Não aconselho fazer essa foto dentro do estúdio, faço somente fora, pois, a sujeira é tremenda no local. Escolho fundos que não atrapalhem os recortes na pós produção. Por isso sempre uso meu muro de podocarpus.

Dicas para belos ensaios em estúdio

1. Conheça as possibilidades que você pode trabalhar com a luz e fundos.
2. Não fique preso somente a fundo branco infinito e fundo preto.
3. Apague as luzes que posiciona para estourar o fundo e faça aquele fundo meio cinza no fundo branco ou jogue filtros coloridos nas tochas para que emitam luzes que possam mudar a cor do fundo.
4. Use peças que agreguem à composição da foto como poltronas e cadeiras.
5. Prestar atenção à direção das poses é fundamental para bons resultados.
6. Busque ângulos que favoreças a gestante como mulher e não ângulos que a deixem gorda.
7. Aproveite que o estúdio é local reservado e ofereça aquelas fotos mais sensuais.
8. Sabendo aproveitar as possibilidades do estúdio o profissional irá colher muitos frutos positivos de seu trabalho.

 

Foto e texto: Magda Pinheiro
www.magdapinheiro.com.br

Você curtiu essa matéria? Quer ser um colaborador também? Escreva para outstandingawards@gmail.com com o título “Blog Outstanding” para saber como e quando enviar seu artigo.

6 comentários em “A história da foto: Quando a mamãe topa as nossas idéias malucas!!”

  1. This kind of picture is wonderful. when you think someone stumbles do and believe in the result is splendid. It would be nice photographer place where she took the reference to the picture. I think it would be honest.

  2. Esta foto me parece ter sido inspirada nas criações da fotógrafa Ana Brandt, ela poderia ter citado isso… ficou bastante parecida…

    1. Olá Paula

      As fontes de inspirações vem de muitos lugares. Não necessariamente uma foto feita pela Ana já não tenha sido inspirada em outra fotografia, certo?
      Nesse caso, em todas nossas fotos citaremos Breson e os grandes mestres

      Fique com Deus e acompanhe sempre nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *